Em seis semanas de atividade, o Comitê de Coordenação de Acompanhamento das Ações de Recuperação (CCAR) da Universidade de Brasília concluiu a elaboração do questionário, a realização do trabalho de campo e a análise de dados da Pesquisa Social UnB: condições para a retomada do calendário acadêmico. Trata-se do primeiro banco de dados desse tipo coletado de forma institucional pela UnB, com ampla cobertura e permitindo analisar a diversidade de perfis e situações das pessoas que dão vida à Universidade.

Parte das diversas ações empreendidas pela UnB relativas ao enfrentamento da pandemia de Covid-19, a pesquisa foi realizada pelo Subcomitê de Pesquisa Social do CCAR, composto por um grupo interdisciplinar com larga experiência em levantamentos de opinião pública, desenvolvimento e aplicação de questionários e análise e apresentação de dados e resultados de pesquisa.

Ao todo, foram coletados 25.897 questionários, preenchidos pelos quatro grupos da comunidade acadêmica: técnicos, docentes, discentes de graduação e discentes de pós-graduação. O questionário visou retratar objetivamente a realidade da comunidade acadêmica para realização de trabalho remoto em face à necessidade de distanciamento social imposto pela pandemia.

Os resultados apresentam perfil socioeconômico detalhado da comunidade universitária, avaliação da disponibilidade de equipamentos de informática, acesso à internet, condições de trabalho/estudo no domicílio, uso de ferramentas digitais e a situação de saúde dos membros da comunidade e suas famílias.

Enrique Huelva

Vice-reitor e coordenador do CCAR

Lúcio Rennó

Professor do Ipol e coordenador do Subcomitê de Pesquisa Social do CCAR